A produção do Cantos & Contos lamenta a morte do humorista Shaolin

shaolin

shaolin
O humorista Francisco Jozenilton Veloso, 44, conhecido como Shaolin, morreu na madrugada desta quinta-feira (14) em Campina Grande, após uma parada cardiorrespiratória. O sepultamento ocorreu à tarde, em clima de muita comoção, na Rainha da Borborema.

Shaolin estava internado desde a última terça (12) na clínica Santa Clara devido a um quadro de infecção respiratória.

Em 2011, o humorista perdeu parte dos movimentos e a fala, após um grave acidente na BR-230. Ele capotou o veículo depois de bater contra outro na Alça Sudoeste, no bairro Mutirão, em Campina Grande.

A notícia da morte do humorista Shaolin repercutiu nas mídias sociais e muitos artistas prestaram homenagens nos seus perfis.

“A lembrança que fica é de alegria. Nós éramos muito amigos. Antes do acidente, visitamos um a casa do outro”, disse Sirano, da dupla Sirano e Sirino, amigo pessoal e que era imitado pelo humorista. Atualmente o cantor mora em Fortaleza, no Ceará, e confirmou presença no enterro. “Ainda tem o Leonardo [cantor] que é muito amigo nosso. Viajávamos juntos. Depois do acidente fui na casa do Shaolin duas vezes. Na primeira vez ele ainda estava muito parado, mas na segunda estava muito consciente. A notícia é muito triste”, falou.

O também cantor Ton Oliveira se disse triste pela notícia da morte de Shaolin. “Éramos amigos há mais de 25 anos. Fizemos músicas juntos, viajamos juntos e subimos aos palcos várias vezes. A vida dele fica como lição para todos. Fica a saudade, mas principalmente sua alegria”, afirmou.

O humorista Márcio Tadeu disse que perdeu um irmão. “Perdemos uma referência no humor, um amigo, um irmão, uma fonte de inspiração do humor contemporâneo. Shaolin sempre será um ponto de partida para mim em meus trabalhos. Ele partiu deixando um legado”, comentou emocionado.

Outro comediante a lamentar a morte foi o paraibano Marcello Piancó. “Apesar do seu reduzido tamanho fisicamente, ele era uma pessoa enorme. A começar pelo coração e pelo amor que ele tinha à Paraíba, pelo amor que ele dedicava à família. Deixa um exemplo de ser humano feliz, ele nasceu para fazer os outros felizes”, disse Piancó.

O poeta paraibano Jessier Quirino esteve no velório de Shaolin na manhã desta quinta-feira e disse que estava em Campina Grande por conta de um espetáculo em uma escola.

“Esse foi meu primeiro espetáculo e já abri fazendo uma homenagem ao meu amigo Shaolin”, disse. Para Jessier, o comediante “era um homem de grandeza, da espontaneidade com que ele fazia as coisas, a alegria com que ele fazia tudo e dizer que a gente deve  lembrar dele com alegria”.

O cantor Capilé passou pelo velório à tarde e falou da admiração e respeito mútuo que tinha com o artista. “Uma amizade antiga, desde os tempos em que eu tocava nos carnavais de Coremas. Shaolin já era um dos espectadores”, conta. “A gente saia muito nas noites para nos divertir, tocando violão, contando histórias e sorrindo muito. A recordação que fica é de um Shaolin alegre, uma pessoa muito inteligente, criativa”, relembrou.

A produção do Cantos & Contos homenageia o humorista Shaolin nos versos do decassílabo de Jeane de Sousa:

A Paraíba lamenta
Campina Grande padece
De tristeza esmorece
O Coração arrebenta
A saudade só aumenta
Das risadas de outrora
Porém chegou sua hora
Foi Deus que escolheu assim
Nosso humorista Shaolin
Sem um adeus foi embora.

Spread the love