Vamos votar em Lucy Alves na final do The Voice Brasil

lucy560x240 votacao

lucy560x240 votacao
Na noite desta quinta-feira (26) Lucy Alves volta a representar a Paraíba e o Nordeste na final do The Voice Brasil, programa da TV Globo. Conclamamos todos os fãs do programa Cantos & Contos a se juntar a nós, nessa corrente pela vitória dessa paraibana que encantou o País com sua sanfona. Na nossa campanha em prol da líder do Clã Brasil, vamos tomar por base o artigo intitulado “Clã Brasil”, do escritor e colunista Otávio Sitônio Pinto, publicado no 2º caderno de A União, edição de 19/12/2013.

 Lucy Alves é uma das cantoras mais brasileiras do País, e vem dando sua nota de brasilidade no programa que é uma cópia da TV ianque. Pois o brasileiro, além de ser colonizado, não tem imaginação. Copia tudo o que há de ruim no estrangeiro, principalmente na TV. E isso é péssimo, pois faz a cabeça do povo que tem na televisão sua principal fonte de informação e formação.

E nessa final, com certeza Lucy estará cantando e tocando sua sanfona. Ela poderá tocar outro instrumento, um dos nove que toca para deleite de quem lhe ouça. A moça é bacharela em música, formada pelo Curso de Música na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), curso que é referênia no Brasil. Mas ela vem de outras escolas. Suas raízes estão plantadas em Itaporanga (antiga e mística Misericórdia), às margens do Rio Piancó, no Sertão velho de guerra. 

Lucy vem de uma família musical – os Cantinhos, que herdaram o nome da fazenda que é sede da raça. Lá todo mundo toca alguma coisa, desde o velho Dedé do Cantinho, seu bisavô, tocador de fole. Lucy é musical de pai e mãe. Ele Cantinho, ela Fonseca, ambos descendentes dos fundadores de Misericórdia – mais os Pintos e Gomes da Silveira, ou Jenipapos. Ah, mas foram antecedidos pelos negros do quilombo dos Mocós, no outro lado do rio. Maria José e Badu são também musicistas e genitores do grupo Clã Brasil, de onde veio Lucy para a Globo e para o mundo.

 O Clã Brasil é um grupo familiar; formado pelo pai, – o engenheiro José Hilton alves, empresário, produtor e sete cordas do grupo -, pela mãe Maria josé, percussionista, por Larissa, a zabumbeira que também toca violino, por Lizete da flauta transversa, que também balança o ganzá, Fabiane, no baixo, violão e cavaquinho, e seu irmão Francisco Filho, na bateria, pandeiro e também zabumba, quando Lizete empunha o violino. Fabiane e Francisco são filhos do maestro Chiquito, o fundador da big-band Sanhauá e ainda maestro da big-band Toque de Vida. E o grupo se completa com a presença de Lucy (Luciene), seus tantos instrumentos e voz principal. Lucy é bacharela em música e toca sanfona, fole, piano, baixo, violão, cavaquinho, bandolim etc, ainda etc. Todos cantam, fazendo backvoice.

 O Clã Brasil, além de sua vocação genética, nasceu no caldo da cultura musical de Misericórdia. A cidade contava e cantava com uma filarmônica, fundada pelo cônego José Sinfrônio, que trazia maestros de outras cidades para ensinar música aos jovens do lugar. As moças nasceram na capital, mas não perderam o contato com suas raízes paternas e maternas.

Fala-se que o grupo se dissolverá com a saída de Luciene (agora Lucy Alves) para sua carreira solo, ascendida com sua participação no The Voice. Se o grupo quiser continuar após a saída de Lucy, tem voz para substituí-la. Mas não é só Lucy que está saindo: Larissa e Lizete estão concluindo Medicina e devem dar continuidade a essa carreira.

O Clã Brasil é um dos grupos musiciais mais brasileiros, versáteis e sofisticados neste país cantador. Se realmente for dissolvido com a saída de Lucy e de suas irmãs médicas, Larissa e Lizete, deixarão um vazio difícil de ser completado em nosso panorama musical. O mais lamentável é a precocidade desse desmanche, ainda no início da carreira do conjunto. Seja onde for que Lucy vá cantar e tocar, sempre vai precisar de instrumentistas e cantores para seu vocal. E o Clã Brasil deve e pode se apresentar não apenas como um grupo de suporte para sua bandleader Lucy, mas como uma constelação onde todos os astros têm luz própria, e uma identidade acima de tudo brasileira.

A final do The Voice Brasil acontece nesta quinta-feira, 26 de dezembro. A produção do Programa Cantos & Contos está na campanha para a representante da Paraíba e do Nordeste. Para votar em Lucy Alves, disque 0303 108 8401 ou envie um SMS para 88401. A votação também pode ser feita através do Site http://tvg.globo.com/programas/the-voice-brasil/.

Fonte: Produçao do Cantos & Contos/Otávio Ivson, com Otávio Sitônio Pinto

Spread the love